top of page

Parque Nacional do Iguaçu recebe quase 1,5 milhão de pessoas e dobra número de visitas em 2022

Mais de meio milhão eram turistas estrangeiros oriundos principalmente da Argentina, Paraguai e Estados Unidos

Um dos principais atrativos turísticos do Brasil, o Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu (PR), recebeu em 2022 quase 1,5 milhão de visitantes. O número é 105,9% maior do que o registrado em 2021, quando 696.380 pessoas passaram pelo local, de acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Do total contabilizado no ano passado, mais de meio milhão eram turistas estrangeiros oriundos principalmente da Argentina, Paraguai e Estados Unidos.


As Cataratas do Iguaçu ficam na tríplice fronteira do Brasil com Argentina e Paraguai. O parque abrange uma área de 169.695 hectares de Mata Atlântica e recebeu da UNESCO o título de Patrimônio Natural da Humanidade. As passarelas levam os turistas até as quedas de água e ainda podem aproveitar de elevador panorâmico, sobrevoo nas Cataratas e passeios de barco.


Além das exuberantes cataratas, outros atrativos são o Centro de Visitantes, Zoológico, Parque das Aves, Trilhas do Poço Preto e das Bananeiras, Salto do Macuco e Praça Santos Dumont, um dos defensores da criação do parque. Criado em 1939, o local movimenta a economia de pelo menos 14 municípios que estão ao seu redor e é considerado um santuário ecológico por ter a responsabilidade de proteger algumas espécies ameaçadas de extinção, como a onça-pintada, o puma, o jacaré-de-papo-amarelo e o gavião-real.


JALAPÃO – O Parque Estadual do Jalapão também teve destaque no número de visitas em 2022, recebeu mais de 47 mil pessoas, segundo dados do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins). O quantitativo é superior ao registrado antes da pandemia e teve o seu pico no mês de julho, quando 7.733 visitantes foram desfrutar das belezas do local.


Os amantes do turismo de aventura encontram no Jalapão o ambiente ideal para atividades radicais, entre elas, rafting, boia cross, trekking e mountain bike. Os atrativos mais procurados estão em Mateiros (310 km de Palmas). A Cachoeira da Velha tem a queda d’água mais volumosa com cerca de 100 metros de largura e 15 de altura. Já a Cachoeira do Formiga fica em um rio de água verde-esmeralda que encanta os banhistas. Nos muitos “Fervedouros” que brotam do interior da terra, o turista flutua sem risco de afundar.


TURISMO DE NATUREZA - Em constante crescimento no Brasil, o turismo de natureza ou o ecoturismo foi o motivo de viagem para 18,6% dos turistas internacionais, registrando o maior índice dos últimos cinco anos, de acordo com a Demanda Turística Internacional do Ministério do Turismo.


Os dados confirmam o crescimento dos dois segmentos de viagem no país tanto entre o público interno como também externo. Segundo o módulo sobre Turismo da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua - PNAD Contínua realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e apresentada em agosto de 2020, cultura e turismo de natureza motivaram mais de 60% das viagens de lazer em 2019. Entre os destinos mais visitados no segmento estão: Foz do Iguaçu (PR), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Angra dos Reis (RJ) e Florianópolis (SC).


Fonte: Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page