top of page

Patrocinador, Banco do Brasil deve faturar R$ 1,5 bilhão com a Agrishow

Evento é o maior do agronegócio da América Latina, contando com cerca de 800 expositores e 520 mil metros quadrados de área.

Estande do Banco do Brasil na Agrishow 2023


O Banco do Brasil estima que deve fechar R$ 1,5 bilhão em negócios na 28ª edição da Agrishow. O evento começou na segunda-feira 1º e se encerrará na sexta-feira 5. A instituição segue com um estande de negócios na exposição, mesmo depois de o governo federal ameaçar a retirada do patrocínio oficial.


Em nota oficial, a instituição informou que vai manter seus negócios na exposição. “O Banco do Brasil informa que está presente na Agrishow, por meio de sua atuação comercial para a realização de negócios e atendimento aos seus clientes”, escreveu.


A ameaça de retirada ocorreu depois que Carlos Fávaro, ministro da Agricultura, alegou ter sido desconvidado para a abertura do evento. De acordo com o político, os organizadores o consultaram quanto à possibilidade de a comitiva presidencial alterar a data da visita, após o ex-presidente Jair Bolsonaro confirmar a presença no primeiro dia.


Com a sequência de acontecimentos, houve o cancelamento da cerimônia de abertura. Fávaro não compareceu no evento, até o momento. Bolsonaro, por sua vez, visitou o primeiro dia da exposição, sendo recebido com festa por apoiadores.


A exposição é o maior evento do agronegócio da América Latina. Os organizadores calculam a presença de quase 200 mil visitantes até o encerramento, entre brasileiros e estrangeiros. No ano passado, a feira gerou R$ 11 bilhões em negócios. Além do Banco do Brasil, a Agrishow conta com cerca de 800 expositores, distribuídos em 520 mil metros quadrados de área.

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page