top of page

REAG Belas Artes: Uma jornada cinematográfica renovada

Cine Belas Artes garante futuro com novo patrocínio de grupo financeiro

Espaço será restaurado e modernizado


O Belas Artes, ícone do cinema de rua em São Paulo, enfrentou ameaças de fechamento pela terceira vez desde 2011, mas uma parceria de resgate surge com a REAG Investimentos, garantindo não apenas a preservação, mas a revitalização do espaço.


"A união entre a REAG e o Cine Belas Artes destaca como as empresas podem apoiar a cultura e desempenhar um papel ativo na preservação do patrimônio cultural", destaca André Sturm, diretor do Belas Artes. Ele ressalta que essa parceria não só mantém o passado vivo, mas promete criar um futuro culturalmente rico para São Paulo.


Com a saída do Grupo Petrópolis como patrocinador em 2023, o Belas Artes encontrou na REAG Investimentos não apenas um apoiador, mas um parceiro comprometido. "O compromisso da marca em preservar o tecido cultural da sociedade" é como João Carlos Mansur, CEO da REAG Investimentos, descreve a parceria. Ele enfatiza o papel vital das empresas em salvaguardar o patrimônio e a história que moldam as comunidades.


Juliana Brito, diretora executiva do Belas Artes Grupo, destaca a importância do patrocínio para manter as operações do cinema. "A REAG é uma casa de gestão de patrimônio", diz Silvano Gersztel, diretor da REAG Investimentos, acrescentando que o patrocínio ao Belas Artes é uma forma de transmitir o cuidado e a preocupação com o acervo cultural da cidade.


O acordo, que começa no aniversário de 470 anos de São Paulo, não se limita à manutenção do espaço, mas inclui iniciativas de restauração e modernização. Além disso, a REAG planeja utilizar o Belas Artes como local para promover experiências enriquecedoras, como palestras e debates, integrando finanças e cultura.


Essa parceria não é apenas um respiro para o cinema, mas uma promessa de um futuro vibrante e culturalmente rico para São Paulo, reforçando o papel crucial das empresas na promoção da cultura e na preservação do patrimônio histórico.


20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page