top of page

Budweiser patrocina a Copa do Mundo e promete inovações

Estratégia inclui lançamentos de edições limitadas para chamar atenção de seu público

A marca de cerveja já lançou seu primeira campanha publicitária em meados de setembro, contando com jogadores como Messi, Neymar e Sterling entrando em campo seguidos de uma comitiva de fãs gritando, segurando e brindando com sua Bud. Apesar disso, a parte mais importante do comercial foi dois QR Codes, que caso utilizados pelo espectador, poderiam ter acesso a garrafas e latas de edição limitada, e no outro poderiam ganhar ingresso para os jogos no Catar.


Além do comercial e dos códigos, a campanha da empresa na Copa do Mundo inclui NFTs (chamado de "Budverse") e promoções ao vivo em um hotel no Catar, durante as partidas da competição. Isso se fez necessário porque em países de maioria muçulmana, como é o caso, não é permitido marketing online, o que pode reunir pessoas que não conhecem a marca e abranger novos clientes.


A Budweiser tem o objetivo de vender um bilhão de latas e garrafas com a marca de edição limitada e suas ativações dos códigos da propaganda produzida, o que também auxiliaria a preencher dados de clientes primários, como já foi citado que é um dos objetivos. Os consumidores compartilham dados primários quando interagem com as ofertas de DTC da Budweiser on-line.


A empresa está integrada a diversas plataformas globais de entrega, como o "Zé" no Brasil e seu marketing promete a entrega de cerveja em 30 minutos para promover os produtos da edição limitada. Apesar disso, o ponto principal da campanha é na TV, rádio, streaming e outros pontos que têm acesso a possíveis clientes, fora de suas casas.



14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page